terça-feira, 8 de abril de 2014

Prêmio milionário para impulsionar inteligência artificial

Redação do Site Inovação Tecnológica - 08/04/2014
Prêmio milionário para impulsionar inteligência artificial
Um sistema de inteligência artificial deverá ser capaz de dar uma palestra convincente sem nenhum envolvimento humano.[Imagem: Divulgação]

XPrize TED de Inteligência Artificial
Os especialistas em inteligência artificial têm mais uma razão para trabalhar com afinco: um prêmio milionário a ser oferecido pela XPrize.

A organização ficou famosa ao oferecer US$ 10 milhões para o primeiro grupo não-governamental que levasse um homem ao espaço e trazê-lo de volta em segurança - que foi vencido pela nave SpaceShipOne.

Hoje há quatro XPrizes abertos: Google Lunar X PRIZE (U$30 milhões), Qualcomm Tricorder XPRIZE (U$10 milhões), Nokia Sensing XCHALLENGE (U$2,25 milhões) e Wendy Schmidt Ocean Health XPRIZE (U$2 milhões).

Agora a instituição se uniu à TED, uma organização sem fins lucrativos que faz palestras sobre ideias inovadoras - "ideias que valem a pena ser difundidas", como diz seu slogan.

O objetivo do XPrize TED de Inteligência Artificial será desenvolver um sistema de inteligência artificial capaz de dar uma palestra TED convincente sem nenhum envolvimento humano.

O que se pode esperar da inteligência artificial
Ao contrário dos prêmios anteriores, os organizadores querem ouvir a comunidade envolvida em inteligência artificial para saber o que é razoável esperar dessa área e o que é factível de ser realizado nos próximos anos.

Para isso, os especialistas e interessados poderão enviar opiniões e respostas a perguntas como: A inteligência artificial deverá estar embutida em um robô físico que ande ou rode pelo palco ou será uma voz sem corpo? Como o assunto da palestra será escolhido? Quanto tempo a apresentação deverá durar? Como a competição deverá ser julgada?

Também ainda não há definição sobre se o prêmio será oferecido em uma base anual ou se será uma competição do tipo primeiro que fizer vence.

"Os avanços no aprendizado de máquina e na inteligência artificial fizeram progressos extraordinários nos últimos dez anos, mas nós mal arranhamos a superfície. Esta competição global pode ajudar a impulsionar o seu desenvolvimento através de uma miríade de áreas, incluindo a investigação biológica, exploração, educação, saúde e campos que nós ainda nem sequer imaginamos," disse Peter Diamandis, do XPrize.

"Estamos entrando em um futuro no qual os seres humanos e as máquinas devem aprender novas maneiras de trabalhar juntos. Minha esperança é que esse prêmio alimente esse processo. Eu não tenho nenhuma ideia de onde isso vai dar, mas estou muito animado em descobrir," disse Chris Anderson, do TED.

As regras da competição serão definidas pela comunidade por meio do site www.xprize.org/TED.
www.inovacaotecnologica.com.br