BitCoin

sábado, 20 de maio de 2017

BNDES aprova primeiro financiamento para geração de energia solar


BNDES aprova primeiro financiamento para geração de energia solar
O Complexo Solar Pirapora será localizado em uma área plana de 400 hectares próxima ao Rio São Francisco, no município de Pirapora, interior do estado de Minas Gerais.[Imagem: BNDES/Divulgação]

Franco-canadense
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou a aprovação do primeiro financiamento para um projeto de geração de energia solar.
O empréstimo, de R$ 529 milhões, vai financiar a implantação do Complexo Solar Pirapora, em Minas Gerais, um empreendimento da EDF Energies Nouvelles, subsidiária do grupo estatal francês Électricité de France (EDF) e da fabricante de módulos solares canadense Canadian Solar (CSI), que fornecerá equipamentos para o projeto.


O Complexo Solar Pirapora será formado por cinco Usinas Fotovoltaicas (UFVs) - Pirapora V, VI, VII, IX e X - com potência instalada de 30 MW cada uma e sistema de transmissão associado.
A energia gerada pelas cinco usinas deverá ser capaz de atender a demanda de quase 190 mil residências.
Empregos
A etapa de construção da usina de energia solar, em uma área plana de 400 hectares próxima ao Rio São Francisco, está gerando 1.381 empregos diretos e indiretos. As obras começaram em outubro de 2016. As usinas têm previsão de entrada de operação comercial em agosto próximo.
A energia do Complexo Solar de Pirapora foi comercializada no 7° Leilão para Contratação de Energia de Reserva, realizado em 28 de agosto de 2015.

Os contratos de energia de reserva (CERs), celebrados com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), têm vigência de 20 anos a partir de 1º de agosto de 2017. Durante o leilão, as usinas comercializaram juntas 42 MW médios, a uma tarifa média de R$ 298,58 por megawatt-hora (MWh).