BitCoin

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Princípio de incêndio para parte da produção na refinaria da Petrobras

Empresa informa que ninguém se feriu e que não houve danos ambientais.
Acidente foi na noite de quinta (28) em Araucária, na Região de Curitiba.


Acidente aconteceu na noite de quinta-feira (28) (Foto: Dilvugação Sindipetro PR/SC)Acidente aconteceu na noite de quinta-feira (28) (Foto: Dilvugação Sindipetro PR/SC)
Um princípio de incêndio parou parte da produção na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. A brigada anti-incêndio demorou uma hora e meia para apagar o fogo. Ninguém ficou ferido. O acidente aconteceu na noite de quinta-feira (28).
De acordo com o Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro), o acidente foi causado pelo rompimento de uma tubulação. Houve vazamento de petróleo, mas a situação já está sob controle. Segundo o sindicato, o local é onde começa o processo de refino do petróleo.
Já a Petrobrás informou que as causas do incêndio estão sendo apuradas e que a Unidade de Destilação, onde ocorreu o incidente, está paralisada para avaliação técnica e que o abastecimento ao mercado não será afetado. A empresa garantiu que o acidente não gerou danos ambientais.
Conforme o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), o vazamento de combustível da Repar não atingiu o Rio Barigui, apenas o solo. A refinaria tem 20 dias, contados a partir desta sexta-feira (29), para apresentar um relatório com a análise do solo.
  •  
Petrobras informou que a Unidade de Destilação, onde ocorreu a explosão, está paralisada para avaliação técnica e que o abastecimento ao mercado não será afetado (Foto: Dilvugação Sindipetro PR/SC)Petrobras informou que a Unidade de Destilação,onde ocorreu o incidente, está paralisada para avaliação técnica e que o abastecimento ao mercado não será afetado (Foto: Dilvugação Sindipetro PR/SC)

g1.globo.com