BitCoin

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Fórum Mundial de Ciências 2013 terá transmissão pela internet - até 27/11/13

Um dos eventos internacionais mais importantes no campo da ciência, tecnologia e inovação ocorrerá no Rio de Janeiro na próxima semana, entre os dias 24 e 27 de novembro.


O Fórum Mundial de Ciências 2013 será realizado pela primeira vez fora de seu país sede, a Hungria.
O Fórum Mundial de Ciência 2013 contará com a presença de mais de 600 líderes mundiais de mais de 120 países. Com o tema "Ciência para o Desenvolvimento Sustentável Global".
O principal objetivo do evento é discutir formas viáveis de empregar o conhecimento científico para propor políticas globais que facilitem a construção de um futuro sustentável, ou seja, com capacidade de suprir necessidades, sem esgotar os meios produtivos.
A ciência e os problemas do mundo
Como a ciência pode assumir um papel ativo no desenvolvimento global e ajudar a resolver as problemáticas do século XXI?
Essa é a pergunta principal que pesquisadores do mundo inteiro tentarão responder durante o Fórum Mundial de Ciência 2013.
Os temas tratados incluem o uso da tecnologia para lidar com recursos naturais renováveis e não renováveis; medidas para o enfrentamento da desigualdade social e econômica internacional; alternativas sustentáveis para alavancar o crescimento produtivo no mundo, entre vários outros.
O físico brasileiro Luiz Davidovich, da UFRJ, explica que serão discutidas formas de colaboração entre os grupos científicos internacionais visando estabelecer diretrizes comuns para a condução das políticas internacionais adotadas para o enfrentamento de diversas questões de interesse global, como desastres naturais, disponibilidade de água, alternativas energéticas, aquecimento global.
"É fundamental que a sociedade global seja familiarizada não só com os termos científicos, mas também entenda como o desenvolvimento da ciência pode trazer aplicações práticas para a melhoria da qualidade de vida. Cada vez mais a população, por meio de seus representantes legais, é convidada a aprovar ou não algumas etapas do processo de pesquisa básica e aplicada. Dessa forma, promover a educação científica facilita que essas tomadas de decisão atendam o interesse da maioria", explica Davidovich.
Além da Academia de Ciências da Hungria e da Academia Brasileira de Ciências, a comissão organizadora do fórum conta com o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), doInternational Council for Science (ICSU), da American Association for the Advancement of Science (AAAS), da Academy of Sciences for the Developing World (TWAS) e do European Academies Science Advisory Council (Easac).
O Fórum Mundial de Ciência não é um evento aberto, podendo participar apenas convidados, mas será transmitido ao vivo pela internet, no endereço www.sciforum.hu/index.html.