sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Toyota lançará carro a hidrogênio e veículo para guiar de pé

Toyota lançará carro a hidrogênio e veículo para guiar de pé
O carro a hidrogênio da Toyota evoca "a transformação do ar em água". [Imagem: Toyota]

Híbrido a hidrogênio
A montadora japonesa Toyota pretende lançar um veículo a hidrogênio em 2015.

O modelo FCV (Fuel-Cell Vehicle - veículo a célula de combustível) será apresentado durante o Salão do Automóvel de Tóquio, no final deste mês.

O FCV tem uma autonomia de 500 km e tempo de reabastecimento de três minutos, mais ou menos o mesmo tempo que se leva para encher o tanque de um veículo a gasolina.

Segundo a empresa, o design exterior do veículo evoca "a transformação do ar em água" - a célula a combustível usa o gás hidrogênio para produzir eletricidade, liberando apenas água no escapamento.

Embora seja uma promessa antiga, os veículos a hidrogênio não têm passado da etapa de conceitos por dois motivos principais: a elevada temperatura das células de combustível e a falta de infraestrutura para abastecimento do gás.

A empresa afirma esperar que "centenas de postos de combustível" estejam disponíveis no Japão, Europa e Estados Unidos nos próximos dois anos.

Tanques a hidrogênio
Toyota lançará carro a hidrogênio e veículo para guiar de pé
Usando materiais mais resistente às altas pressões, o número de tanque de hidrogênio foi reduzido de quatro para dois. À esquerda, a pilha de células a combustível do FCV. [Imagem: Toyota]
 
O FCV conta com dois tanques de hidrogênio de 70 MPa de pressão, instalados na parte inferior.

As células a combustível têm uma densidade de potência de saída de 3 kW/L, mais que o dobro da usada no carro-conceito a hidrogênio anterior da Toyota, o FCHV. A saída é de pelo menos 100 kW.

Segundo a montadora, a pilha de células a combustível usada opera em tensão maior, o que tornou possível reduzir o tamanho do motor e o número de células de combustível individuais, gerando um sistema menor que oferece um melhor desempenho.

Como o veículo é duplamente híbrido, contando ainda com baterias, ele tem capacidade para quatro passageiros, apesar dos seus 4,87 metros de comprimento.

Com tanques de hidrogênio cheios e baterias carregadas, segundo a Toyota, o veículo pode fornecer "eletricidade suficiente para satisfazer as necessidades diárias de uma casa japonesa média (10 kWh) por mais de uma semana", sem precisar quais são as necessidades diárias de uma casa japonesa média.

FV2, o carro para dirigir de pé
Toyota lançará carro a hidrogênio e veículo para guiar de pé
A principal característica do FV2 é que ele não é guiado por um volante, mas pela inclinação do corpo do motorista. [Imagem: Toyota]
 
O outro conceito apresentado pela Toyota, esse ainda sem planos de comercialização, é o FV2.
A principal característica do FV2 é que ele não é guiado por um volante, mas pela inclinação do corpo do motorista, que pode ficar de pé no veículo.

Além dessa "conexão física", o conceito segue o modelo do carro inteligente, pelo qual um veículo conecta-se com os outros e com a infraestrutura do tráfego, onde esta estiver disponível: o motorista-skatista recebe até aviso de outros veículos que vão aparecer nos cruzamentos à sua frente.

"O veículo usa reconhecimento de voz e tecnologia de imagem para determinar o humor do motorista, acumulando históricos de trajetos para sugerir destinos e dados sobre a habilidade de condução para auxiliar o usuário," disse a empresa em nota.

Um sistema de realidade aumentada sobre o pára-brisas permite mudar a cor e a decoração do carro à vontade.

O FV2 tem 3 metros de comprimento por 1,60 de largura.

www.inovacaotecnologica.com.br